Psicóloga, o que fazer com o dinheiro de cada sessao?

Sou psicólogo e estou aqui para te ajudar nesse processo de organização financeira da tua carreira.

Nós, psicólogos, todos os dias que atendemos as pessoas, estamos em contato direto com o dinheiro, tem pessoas que nos pagam por mensalidade, tem pessoas que nos pagam por sessão, e o que acontece quando você recebe esse dinheiro?

Muitos de nós temos o hábito de colocar esse dinheiro no bolso ou colocá-lo, por exemplo, em uma conta e ir juntando.

Tem gente, inclusive, que se perde com isso, e se você é uma dessas pessoas que se perde ou tem dúvidas sobre o que fazer, chega no final do mês e fica tudo uma bagunça, esse artigo é para você, então fica até o final.

Quero trazer alguns pontos importantes nesse processo de saber o que fazer com o dinheiro que eu recebo na sessão.

O primeiro ponto é: diga qual é o seu problema.

“Marco, como assim dizer qual é o meu problema?”.

Se você ficou em dúvida já com essa pergunta é sinal que você tem algum problema nosso com o dinheiro e que você não consegue dar nome. Você percebe que nós temos dificuldade de dar nomes aos nossos problemas?

Por exemplo: o meu problema é desorganização, o meu problema é disciplina, o meu problema é a falta de uma conta para colocar o meu dinheiro, o meu problema é porque eu recebo dinheiro em espécie.

Se é algum desses pontos, você precisa saber qual é o problema, se você não sabe qual é o problema, como é que você vai saber o que fazer com o dinheiro que você recebe no final da sessão? É preciso jogar luz nas coisas, todas as coisas relacionadas ao dinheiro.

Eu quero trazer para você que nós precisamos dizer o problema de maneira clara e dizer logo, o erro custa muito caro.

Se você ficar postergando, passa mês, entra mês, sai mês e você vai perdendo, o erro vai custando caro, então seja claro em dizer qual é o problema, qual é a sua dúvida, qual é o seu questionamento?

Segundo ponto que você precisa entender: como é que você recebeu esse dinheiro, por transferência, por pix, por boleto, em espécie, e se foi em espécie, o dinheiro era trocado? 

Eu, por exemplo, sou uma pessoa que se eu receber dinheiro trocado, é um negócio que “me quebra”, porque de tirar nota de 5, nota de 10, nota de 20 da carteira, eu ia me confundindo.

Se eu tivesse uma cédula grande na minha carteira, dificilmente eu ia querer trocá-la, então isso me ajudava no processo de organização.

Assim, saber a forma como você recebe esse dinheiro é importante, pois você tem que ter isso bem delimitado. A dica que eu te trago é: centralize a forma que você recebe o pagamento dos seus clientes e também o dia.

Se você só recebe por pix, por transferência direto na sua conta, que isso seja para todos os clientes.

Porque, se não, fica tudo bagunçado no dia de controle financeiro, então centralize a forma, ou você recebe só em espécie ou você recebe no banco.

E acredite, quem dá essa ordem é você, às vezes a gente quer deixar tudo para o cliente, para que o cliente não vá embora, mas calma, querida, você quem dá as regras do jogo.

Chegue no meio termo entre vocês, principalmente, bom para você, e você pode explicar para o seu cliente que isso é por conta da sua organização financeira, assim ele vai entender e vai perceber que está contratando uma profissional que se organiza, uma profissional séria, então seja clara também nessa comunicação.

Se você recebe o pagamento em espécie do teu cliente, deposite logo esse dinheiro ou então tenha um caixa seguro no seu consultório, não fica rodando com esse dinheiro como se ele fosse seu.

Afinal, esse é o dinheiro do seu negócio e com esse dinheiro você vai pagar aluguel da sua sala, internet pelo atendimento online, os equipamentos que você utiliza na sessão, e vai ter que se pagar.

“Marco, não tenho consultório fixo, loco uma sala”.

Não tem problema, você pode até guardar em casa, não é aconselhado, por isso que eu trago e deposito logo.

Principal ponto: evita misturar esse dinheiro com seu dinheiro pessoal.

Cuidado para você não ser a principal pessoa que se sabota na sua organização financeira, senão daqui a pouco você não entende porque você não tem dinheiro para investir em marketing, para investir em anúncios, porque não sobra nada, porque na verdade você já assaltou o seu próprio negócio.

Quarto ponto: no dia de controle financeiro, dia que a gente traz aqui como importante para controlar o financeiro, bata o que entrou.

Verifique o que está na planilha, se tiver faltando alguma coisa não tenha medo de se apontar como uma pessoa que se sabotou porque eu tenho certeza que o sentimento que você vai ficar com isso vai ser de não querer novamente se sabotar, você vai querer se organizar melhor.

Volto a dizer: evite misturar as contas e cuidado para não se sabotar. 

Quinto ponto: sobrou dinheiro? Querida, então guarda para o caixa do mês que vem.

Se você ainda não diversificou os seus serviços, aí é que você precisa ter caixa, porque se no mês que vem se você adoecer e se um cliente sair como é que você vai ficar?

Você vai ficar contando com que dinheiro? Tenha um caixa para que você possa nos meses seguintes ter uma saúde financeira bacana. 

Recapitulando: diga qual é o problema, como você recebeu aquele retorno e centraliza esse dinheiro.

Se você receber em espécie, deposita logo e não mistura as contas. No dia de controle financeiro, bata o que está na planilha com o que você recebeu e se teve algum erro e foi você a responsável por esse erro, eu já disse: se acuse para que você não faça mais, afinal de contas os erros nas finanças custam caro. Quinto ponto, se sobrou alguma coisa, tenha um caixa para os meses seguintes. Eu sei que é difícil tudo isso, eu sei que requer disciplina, eu sei que por mais que você esteja disciplinada no mês que vem você pode cair de novo, mas tudo isso requer treino e se você sente que precisa de ajuda te convido a vir para combinar de nobre a nossa comunidade de Finanças e Negócios em psicologia, que eu tenho certeza que tem muito a te ajudar não só nesse processo de organização financeira da carreira, mas te ajudar a colocar os seus projetos e práticas a crescer.

Assista a uma aula gratuita

Informe seu e-mail e receba agora, sem compromisso, uma das nossas melhores aulas.
Nobre Finanças e marketing em Psicologia  – CNPJ 27.954.752/0001-48

Copyright © 2021 Todos os direitos reservados